Templates by BIGtheme NET

Em três dias setor de apreensão de animais recolhe 14 cavalos soltos em vias públicas

Animais Pça. Jácome Calheiros

 

No início da manhã deste domingo 04 de março, moradores do entorno da praça Jácome Calheiros no centro histórico de Penedo foram surpreendidos por cinco cavalos soltos na praça comendo a grama de canteiros do jardim ao lado do coreto.

Através de ligação telefônica o Setor de Apreensão de Animais do município, pertencente a Secretaria de Agricultura, foi acionado para apreender os cavalos que foram levados para um terreno que tem sido usado para manter presos os animais que são encontrados soltos em vias públicas. (Assista abaixo o vídeo ou clique aqui)

De acordo com o coordenador do Serviço de Apreensão, Jorge Alexandre da Silva, nesses quatro dias do mês de março já foram apreendidos 14 cavalos, sendo que somente no dia de ontem (sábado, 03) não aconteceu recolhimento de animais nas ruas, ou em alguma rodovia de acesso a cidade.

Os 5 cavalos apreendidos na manhã de hoje somam-se a mais 3 recolhidos no Conjunto Mata Atlântica na quinta-feira (dia 1º), mais 1 na rodovia AL101 Sul – acesso a Penedo vindo de Piaçabuçu – no trevo da Paisa, e, outros 5 na rodovia AL110 – acesso a Penedo vindo de Igreja Nova ou São Sebastião – no loteamento Jardim América próximo ao antigo SESI, esses últimos com apreensão registrada na sexta-feira (2).

Um levantamento feito pela Secretaria de Agricultura através do Setor de Apreensão e repassado a redação do site SOSNOTICIA.COM por seu coordenador aponta que somente neste ano de 2018 já foram apreendidos 80 animais. Destes, além dos 14 recolhidos já em março, 35 foram apreendidos em janeiro e 31 em fevereiro.

Nos anos anteriores os números de animais apreendidos pelo setor surpreende. No ano passado (2017) foram registradas 327 apreensões de animais enquanto que em 2016 a secretaria responsável pelo setor anotou 440 ocorrências.

Um fator que contribui para que esses números se mantenham – e que preocupam o coordenador Jorge Alexandre – é a falta de mais rigidez na penalidade aos responsáveis pelos animais, que são multados em um pequeno valor e os tem de volta sendo que, em alguns casos, reincidem no cometimento do erro. Na opinião do coordenador os responsáveis reincidentes poderiam pagar valores significativos para evitarem a soltura dos animais nas vias.

“Posso dizer que se tivesse uma pena maior que o pagamento de uma multa de somente R$ 50,00 a quantidade de animais soltos seria menor, porque quem erra ao deixar esses animais soltos coloca vidas em risco e poderia ser mais responsabilizado, quem sabe até respondendo por um processo ou pagar uma taxa maior em caso de reincidência”. comentou Jorge Alexandre.

Jorge Alexandre salienta que “a população é essencial para o perfeito funcionamento do setor informando sobre os animais soltos nas vias”. O setor de apreensões está em pleno atendimento a população durante 24 horas através dos números de telefone do seu coordenador (82) 9.9143-2554 / 9.8832-9551 e de números dos demais funcionários: Betinho (82) 9.9688-7621 / 9.9610-9956 e Aldair (82) 9.8743-9670.

Por: Redação.

 

 


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com