Templates by BIGtheme NET

Norueguês vai de antepenúltimo a campeão olímpico no Cross Country

2018-02-11t074417z-1096396145-devee2b0lhsqu-rtrmadp-3-olympics-2018-xcty-m-skia

A prova de Esqui Cross Country na categoria 15km Sprint + 15km Esquiatlo realizada pelo norueguês Simen Hegstad Kruger nos Jogos Olímpicos de Inverno poderia virar um filme sem muitas dificuldades. Depois de sofrer uma queda no primeiro quilômetro da prova, cair para a penúltima posição e ter que trocar de esquis – o que o distanciou cerca de 38 segundos dos demais competidores -, Kruguer venceu a disputa neste domingo com o tempo de 1h16m20, conquistando a primeira medalha de ouro de seu país na Coreia do Sul.
O seu compatriota Martin Johnsrud Sunby ficou com a prata, em 1h16m28, enquanto o também norueguês Hans Christer Holund levou o bronze, com 1h16m29.9. Essa foi a primeira vez que a nação nórdica conquistou três medalhas em uma mesma competição de Cross Country desde 1992.
– Eu pensei que estava tudo acabado. É um sentimento indescritível. É um dia maravilhoso, mas começou de uma maneira horrível com a queda depois dos 100 metros e com o esqui quebrado. Estava sozinho no grupo, então tive que começar a corrida de novo e tentar alcançar os líderes. Sabia que minhas chances eram pequenas, tentei surpreender o grupo. Eu não acreditei quando me virei e vi que estava sozinho
+ Americano de 17 anos dá a volta por cima e conquista o ouro no Snowboard
Logo no primeiro quilômetro de prova, Kruger se desequilibrou e caiu junto com outros dois competidores da equipe dos Atletas Olímpicos da Rússia: Denis Spitsov e Andrey Larkov. Com o acidente, o norueguês caiu para a antepenúltima posição, ficando a mais de 18 segundos do líder do pelotão. Pouco a pouco, ele foi reconquistando seu espaço dentro da corrida, até chegar a primeira colocação no quilômetro 24,75km.

No sexto final de prova, Kruger manteve um ritmo forte e conseguiu abrir uma vantagem confortável contra Sunby. Ele cruzou a linha de chegada oito segundos à frente de seu compatriota. Além do feito histórico, o campeão olímpico colocou a Noruega na vice-liderança do quadro de medalhas, atrás apenas da Alemanha, com dois ouros.


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com