Templates by BIGtheme NET

Temer tem aposentadoria suspensa por não provar que está vivo

Sem-título1-17

O Palácio do Planalto confirmou nesta quinta-feira (31) que o presidente da República, Michel Temer, perdeu prazo para realizar a prova de vida, uma exigência para receber a aposentadoria como procurador do Estado de São Paulo. A falta da prova impede que ele receba os vencimentos.
A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência informou que Temer “não fez por falta de tempo, mas fará assim que possível”. O presidente completou 77 anos em setembro passado e não recebeu em novembro e dezembro do ano passado.
Temer requisitou aposentadoria aos 55 anos e recebia cerca de R$ 45 mil brutos. O valor é reduzido para manter a remuneração no teto constitucional, de R$ 33,7 mil.
Segundo informações da São Paulo Previdência (SPPrev), sem a prova de vida, o benefício é suspenso automaticamente e excluído da folha de pagamentos.


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com