Templates by BIGtheme NET

Cyborg arrasa sueca Lansberg e vence por nocaute no UFC Brasília

Foto: Divulgação/UFC

Foto: Divulgação/UFC

Cris Cyborg segue imbatível no MMA. A curitibana de 31 anos, que tornou público seu sofrimento para perder cerca de 11 kg em cinco dias e bater 64 kg, não deu chances para a sueca Lina Lansberg na madrugada deste domingo (25), no UFC Brasília.

A vitória veio por nocaute técnico no segundo round após a adversária apanhar durante quase todo o primeiro assalto. Ao todo, foram 84 golpes significativos contra 17.

“A Lina é uma lutadora da parte em pé [de muay thai] e ela queria manter assim. Vi a oportunidade e a levei para o chão”, falou a lutadora formada na Chute Boxe, aparentemente sem esperanças de ver o UFC abrir a categoria peso-pena feminino (até 66 kg), na qual ela é campeã do Invicta FC.

“Já tenho dois cinturões lá em casa. Quero fazer superlutas para deixar meus fãs felizes”, comentou. No Twitter, porém, ela voltou a defender a criação de sua divisão.

O segundo duelo de Cyborg no UFC durou mais do que a média dela. Dos 16 combates anteriores, apenas sete foram além do round inicial. De qualquer maneira, a paranaense marcou seu 14.º nocaute na carreira.

“Mostrei um pouquinho mais do meu jogo. Ela [Lina] é uma lutadora dura em pé, mas tive a oportunidade de dar a queda e finalizar no ground and pound. Ela tem muito coração”, elogiou Cyborg, que estreou no UFC Curitiba, em maio, com nocaute técnico sobre a americana Leslie Smith em 1min21s.

Com o rosto bastante machucado após encarar a brasileira, Lansberg também foi só elogios à dona da casa.

“Ela é incrível. Achei que eu iria me comportar um pouco melhor na luta. Mas ela é incrível. Foi divertido fazer essa luta”, disse a multicampeã de muay thai, de 34 anos.

Resultados do UFC Brasília Card principal

Cris ‘Cyborg’ venceu Lina Lansberg por nocaute técnico no segundo round

Renan Barão venceu Phillipe Nover por decisão unânime Roy Nelson venceu Antônio Pezão por nocaute no segundo round

Francisco Massaranduba venceu Paul Felder por nocaute técnico (interrupção médica) no terceiro round

Eric Spicely venceu Thiago Marreta por finalização (mata-leão) no primeiro round

Godofredo Pepey venceu Mike De La Torre por finalização (mata-leão) no primeiro round.

Card preliminar

Michel Trator venceu Gilbert Durinho por decisão unânime

Rani Yahya venceu Michinori Tanaka por decisão unânime Jussier Formiga venceu Dustin Ortiz por decisão unânime

Erick Silva venceu Luan Chagas por finalização (mata-leão) no terceiro round

Alan Nuguette venceu Stevie Ray por decisão unânime

Vicente Luque venceu Héctor Urbina por nocaute no primeiro round

Gregor Gillespie venceu Glaico França por decisão unânime

 

Fonte: Gazeta do Povo.


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com